RESPONSABILIDADE SOCIAL
A EVOLUÇÃO NO AMBIENTE DE TRABALHO

  

Redação: Erika Dessler - São Paulo
05/12/2018

Referência: Freepik


Motivar e incentivar, além de rimarem, fortalecem gradativamente as relações e recursos humanos nas empresas.

Essa forma de enxergar o mundo com um olhar mais humanizado e empático alterou alicerces consolidados de outras épocas em que, as emoções e sentimentos, não tinham a importância devida e, pouco se extraia individualmente na busca por melhorias profissionais e pessoais.

Com a disponibilidade de informações e os avanços de valorização e apreciação adequadas do crescimento de cada membro de uma equipe, inúmeras variantes passaram a frequentar reuniões que antes, eram devotadas apenas para os lucros dos negócios.

Abriram-se leques primordiais para uma gestão flexível, organizada e que espera mais do que a realização do ofício. Ou seja, hoje, quanto mais se pensa nos aspectos humanos, maiores são as chances de crescimento e potencialização no mercado.

Portanto, responsabilidade social consiste na decisão administrativa oriunda da diretoria e gestões, sobre o prosseguimento voluntário de contribuição para estabelecer relações justas, respeitosas, assim como a extensão para uma sociedade abrangente, através de desenvolvimentos sustentáveis.

Esse termo teve início na década de 50 nos Estados Unidos e, dez anos depois, se iniciou na Europa. Há dois níveis sobre este conceito: interno e externo.

NÍVEL INTERNO

Trata-se da relação interpessoal e desenvolvimento humano entre os colaboradores das equipes e setores.

Desta forma, todos os trabalhadores são incluídos em processos e procedimentos que contribuem no crescimento pessoal, refletindo nos resultados da empresa.

Essas diretrizes implicam em melhorias contínuas, estabelecendo elos sólidos que se expandem para além das dependências da empresa.

NÍVEL EXTERNO

São ações organizadas e desenvolvidas com intuitos sociais, criando possibilidades de construção ideológicas que forneçam para a sociedade boas ideias e resultados que contribuam ao respeito e convivência adequada, optando por escolhas que incluam e exterminem as adversidades e preconceitos.

A responsabilidade social é a forma de visar não só o lucro, mas benefícios que alcance todas as pessoas que fazem parte da marca, serviço ou produto, seja através do trabalho ou consumo.

MEDIDAS

Através de ações culturais é possível introduzir uma filosofia que contenha um contexto globalizado, que sugira mudanças relevantes para enaltecer as expectativas, refletindo em posturas e atitudes positivas.

Por que não?

Até logo!

Copyright - Empresários de Sucesso - 2018 - Todos os direitos reservados